terça-feira, 17 de dezembro de 2019

Palácio pode articular influência em mais uma eleição do Tribunal de Justiça…

Opositores apontam que governador Flávio Dino tem recebido emissários de desembargadores e veem nas articulações de apoios eleitorais de 2020  uma espécie de troca com o pleito desta quarta-feira, que deve escolher a cúpula do Judiciário maranhense


Esta imagem acendeu o sinal amarelo entre os aliados da desembargadora Nelma Sarney, pelo risco de interferência de Flávio Dino na eleição do TJ-MA
O Tribunal de Justiça escolhe nesta quarta-feria, 18, seu novo presidente, o vice e o corregedor-geral de Justiça, em eleição do pleno marcada para as 10h.
E mais uma vez, aliados da desembargadora Nelma Sarney vêem sinais de interferência do governo Flávio Dino (PCdoB) no processo.
Disputa a vaga com Nelma Sarney o desembargador Lourival Serejo, apoiado pelo atual presidente José Joaquim Figueiredo dos Anjos.
Para os aliados de Nelma, o Palácio dos Leões tem-se utilizado do mesmo modus operandi das duas últimas eleições, quando articulou nos bastidores a derrota da desembargadora.
Os aliados de Nelma viram na imagem publicada`acima, por exemplo, em que Flávio Dino articula a desistência de sua candidata a prefeita de Humberto de Campos em apoio à candidata Gardênia Soares Almeida, filha do desembargador Luiz Gonzaga.
– Hoje estive com o governador Flávio Dino e o secretário Rodrigo Lago, onde fizemos aliança política com a vereadora Neta Machado – disse Gardênia, em seu perfil no instagram.
A publicação da imagem acendeu a luz amarela no gabinete da desembargadora Nelma Sarney, que mais uma vez pode ficar de fora do comando do TJ-MA, quebrando, de novo, a tradição do Judiciário.
É aguardar e conferir…

Nenhum comentário:

Postar um comentário